INFORMAÇÕES PARA VIAJANTES

  • REGULACIONES MIGRATORIAS Y ADUANERAS
  • MELIÁ INTERNATIONAL CUBA
  • CIDADÃOS E RESIDENTES DOS EUA
Para obter mais informações, acesse www.aduana.gob.cu
  • Para entrar no país é necessário portar um passaporte habilitado e o visto correspondente ou o cartão de turista, emitido por seu agente de viagens ou o consulado cubano no país de origem, exceto nos casos dos países que têm convênio de visto livre com Cuba.
  • Os viajantes devem contar com um seguro de viagem que inclua despesas médicas ou uma apólice de despesas médicas, com cobertura dentro de Cuba. Para obter mais informações, acesse os sites do Ministério do Turismo de Cuba (www.cubatravel.cu)  e da companhia seguradora Asistur (www.asistur.cu)
  • Nos 10 aeroportos internacionais existentes, a Aduana utiliza para o controle dos viajantes o conhecido sistema de Canal Vermelho e Canal Verde.
  • A entrada no país dos objetos pessoais é isenta de pagamento de direitos aduaneiros.
  • Todos os viajantes também poderão importar definitivamente artigos novos ou usados que não façam parte de seus objetos pessoais, até um valor máximo de 250,00 CUC.
  • É possível importar sem limite qualquer quantidade de moeda livremente conversível em dinheiro, ordens de pagamento, transferências bancárias, cheques ou outros meios de pagamento
  • Os viajantes que portarem dinheiro em espécie em quantidade superior a 5.000,00 USD ou seu equivalente em outras moedas deverão preencher a Declaração de Aduanas para Passageiros .
  • É proibida a importação, exportação e o consumo de drogas e narcóticos; explosivos; objetos, fotos, literatura e qualquer outro artigo pornográfico; animais, plantas e suas partes conceituadas como espécies protegidas ou em perigo de extinção. A violação deste regulamento fica sujeita às responsabilidades penais correspondentes a cada caso.
  • É proibida a importação e a exportação de armas de fogo sem a autorização expressa da Diretoria de Segurança Pública do Ministério do Interior. As permissões correspondentes deverão ser tramitadas antes da chegada ao país.

Formas de pagamento

  • Consulte as informações detalhadas sobre formas de pagamento em Cuba aqui.
  • O peso cubano (CUP) é a moeda nacional, porém, o pagamento de todos os produtos e serviços turísticos no país são realizados utilizando o peso conversível (CUC). Em Varadero, Cayo Coco, Cayo Guillermo, Cayo Santa María, Cayo Largo del Sur, Santa Lucía (Camagüey), Playa Covarrubias (Las Tunas) e nos balneários do litoral norte de Holguín também aceitam pagamento em euros.
  • Os pagamentos também podem ser feitos com os cartões de crédito VISA INTERNATIONAL, MASTERCARD, ACCESS, BANCOMER INTERNATIONAL, BANAMEX, DINNERS CLUB INTERNATIONAL, JCB e CARNET, além de outros emitidos no país (cartões BFI e RED). Não são aceitos cartões emitidos por bancos dos Estados Unidos da América e suas filiais.

Serviços médicos
  • Os viajantes provenientes de países onde há febre amarela ou cólera endêmica, ou aqueles declarados de zonas de infecção pela Organização Mundial da Saúde, deverão apresentar um certificado de vacinação emitido pelo menos 10 dias antes e não mais de 10 anos anteriores à data de entrada na Ilha.
  • Em todos os hotéis há serviços médicos e nos principais polos turísticos do país funcionam Clínicas Internacionais.

Sobre a exportação
  • Ao saírem do país os viajantes estão obrigados a declarar verbalmente perante a Aduana todo o tabaco torcido que levarem consigo ou na bagagem. É permitido levar até 50 unidades de tabaco torcido sem a obrigação de apresentar qualquer documento. Quantidades superiores poderão ser exportadas sempre que estejam contidas em embalagens originais, fechadas e lacradas com o holograma oficial estabelecido e que seja comprovada a aquisição lícita com a fatura ou o documento de venda oficial, expedido pela rede de lojas autorizadas a comercializar charutos cubanos. Serão confiscadas as quantidades em excesso às 50 unidades que não forem declaradas pelo viajante ou qualquer outra que exceda o declarado, ou tendo sido declarada mas sem comprovação de sua aquisição lícita por meio de fatura ou documento de venda oficial.
  • A exportação de artigos de arte que não sejam bens patrimoniais poderá ser realizada somente com a autorização expressa do Registro Nacional de Bens Culturais.
  • Não poderão ser exportados os livros e demais publicações com mais de 50 anos de sua edição, os exemplares de Edições R ou aqueles registrados por bibliotecas ou outros organismos.

Mais sobre Cuba
  • A total liberdade de culto é garantida pela Constituição da República.
  • As características climáticas do país exigem roupas leves, preferencialmente de algodão. Não se esqueça de levar trajes de banho e protetores solares em sua bagagem. Um suéter ou agasalho leve serão bastante úteis caso sejam visitadas regiões montanhosas ou a viagem ocorra no inverno.
  • A energia elétrica é de 110 volts, 60 ciclos. Vários hotéis também têm 220 volts. As tomadas são para pontas planas.
  • O horário de Cuba é -5 meridiano de Greenwich (hora padrão do leste dos Estados Unidos da América e Canadá). Entre abril e outubro é implantado o horário de verão (os relógios são adiantados em uma hora) para aproveitar ao máximo a luz.
Com 27 hotéis, o Meliá Hotels International , líder em Cuba!
Com 25 anos de experiência na Ilha de Cuba, desde maio de 1990, é hoje a cadeia estrangeira líder do país, onde gerencia 27 hotéis e mais de 11.000 acomodações em 8 destinos turísticos dentro da Ilha Caribenha: Havana, Santiago de Cuba, Varadero, Holguín, Cayo Coco e Cayo Guillermo, Cayo Santa María e Cayo Largo del Sur.
Presente com 4 de suas marcas mais internacionais: Paradisus Resorts, luxo autêntico e natural com serviço altamente personalizado em seus exclusivos Royal Service; Meliá Hotels & Resorts, sinônimo de qualidade; Sol Hotels e Tryp, confortáveis e voltados para famílias. 
Para viver o golfe, Meliá Las Américas, hotel com acesso direto ao Golf Club Varadero, único campo na Ilha com 18 buracos. Hotéis e serviços diferenciados como Meliá Marina Varadero, com um porto com atracadouro para 1.200 iates, condomínios, Yhi Spa e um vilarejo cubano, Plaza las Morlas, para encontrar todo tipo de entretenimento.
...mas também para as viagens de noivos, férias familiares, combinação de praia e cidade, turismo de eventos e incentivos, segmento de luxo ou os que simplesmente buscam um paraíso tranquilo e seguro.
Descubra os encantos desta ilha sedutora, quente e musical pelas mãos do Meliá Hotels International Cuba!
Viagens de cidadãos dos EUA a Cuba
Após a flexibilização das relações entre ambos os países, os cidadãos e residentes dos Estados Unidos interessados em viajar a Cuba que não possuírem uma licença específica concedida pelo Agência de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) do Departamento do Tesouro, podem se inscrever para uma das seguintes categorias autorizadas pelo governo dos EUA:
1. Visitar um familiar próximo próprio ou da pessoa com quem compartilha o domicílio.
2. Servir o governo dos Estados Unidos, um governo de outro país ou uma organização intergovernamental.
3. Desenvolver atividades jornalísticas, seja como jornalista (em período integral ou independente) ou como pessoal técnico e de apoio.
4. Realizar investigações profissionais ou participar em eventos profissionais não relacionados à promoção do turismo em Cuba.
5. Participar em atividades educacionais não vinculadas à obtenção de um título acadêmico.
6. Participar em atividades religiosas em nome de organizações religiosas localizadas nos Estados Unidos.
7. Participar em apresentações, oficinas e competições esportivas de amadores, semiprofissionais ou de outro tipo.
8. Proporcionar apoio ao povo cubano por meio de indivíduos ou organizações não governamentais que buscam fortalecer a sociedade civil.
9. Desenvolver projetos humanitários criados para beneficiar diretamente o povo cubano: projetos médicos, ambientais, agrícolas, entre outros.
10. Reunir informações relacionadas a Cuba para fins não comerciais em nome de fundações privadas ou instituições educacionais.
11. Exportar, importar ou transmitir informações ou materiais informativos.
12. Realizar investigação de mercado, mercadotecnia comercial, negociação de vendas e entrega acompanhada de serviços ou artigos em Cuba.
Para obter mais informações: www.treasury.gov/ofac.org »