INFORMAÇÕES PARA VIAJANTES

  • INFORMAÇÕES ADICIONAIS
  • MELIÁ INTERNATIONAL CUBA
COVID19 – CORONAVIRUS
  • Desde 5 de junho, o Ministério do Turismo de Cuba estabeleceu novos protocolos sanitários de cumprimento obrigatório para os viajantes que chegam ao país. Protocolos do Ministério do Turismo de Cuba>>

    Como parte do que é estabelecido pelos protocolos internacionais em vista da presença da pandemia da COVID-19 no mundo, em Cuba, a segurança no setor turístico faz parte do Plano Nacional de Segurança, baseado nas indicações da Organização Mundial da Saúde (OMS), da Organização Mundial do Turismo (WTO) e do Ministério da Saúde Pública (MINSAP), portanto, todas as medidas de higiene sanitária desde a chegada, permanência e partida do viajante no território nacional são de estrita observância.

    A partir de 10 de janeiro de 2021, todos os viajantes vindos do exterior deverão apresentar um certificado com resultado negativo de um PCR-RT para SARS Cov-2 de um laboratório certificado no país de origem e conduzido dentro de um período de 72 horas antes da chegada a Cuba. Os protocolos e as medidas de higiene sanitária já implementadas nas fronteiras do país serão mantidos como no momento. Saiba mais nos sites oficiais do Ministério da Saúde e Turismo de Cuba>>

Regulamentos de Imigração e Alfândega
  • Para entrar no país é necessário portar um passaporte habilitado e o visto correspondente ou o cartão de turista, emitido por seu agente de viagens ou o consulado cubano no país de origem, exceto nos casos dos países que têm convênio de visto livre com Cuba.

    Os viajantes devem contar com um seguro de viagem que inclua despesas médicas ou uma apólice de despesas médicas, com cobertura dentro de Cuba. Para obter mais informações, acesse os sites do Ministério do Turismo de Cuba (www.cubatravel.cu) e da companhia seguradora Asistur (www.asistur.cu)

    A entrada no país dos objetos pessoais é isenta de pagamento de direitos aduaneiros.

    Nos 10 aeroportos internacionais existentes, a Aduana utiliza para o controle dos viajantes o conhecido sistema de Canal Vermelho e Canal Verde.

    Os turistas, de acordo com as disposições da Convenção sobre Facilidades Aduaneiras de Turismo, têm o direito de importar seus bens pessoais isentos do pagamento de taxas ou serviços.

    Os viajantes que portarem dinheiro em espécie em quantidade superior a 5.000,00 USD ou seu equivalente em outras moedas deverão preencher a Declaração de Aduanas para Passageiros.

    É proibida a importação, exportação e o consumo de drogas e narcóticos; explosivos; objetos, fotos, literatura e qualquer outro artigo pornográfico; animais, plantas e suas partes conceituadas como espécies protegidas ou em perigo de extinção. A violação deste regulamento fica sujeita às responsabilidades penais correspondentes a cada caso.

    É proibida a importação e a exportação de armas de fogo sem a autorização expressa da Diretoria de Segurança Pública do Ministério do Interior. As permissões correspondentes deverão ser tramitadas antes da chegada ao país.

    Para maiores informações sobre todos os regulamentos relacionados à importação de mercadorias, moeda livremente conversível, etc., consulte o site da Alfândega Geral da República de Cuba:www.aduana.gob.cu

Formas de pagamento
  • Para a política de reservas e formas de pagamento, favor entrar em contato com o hotel.
  • A troca de USD em dinheiro e outras moedas pela CUP, estará sujeita à taxa de câmbio oficial vigente no momento da transação e pode ser feita em aeroportos, bancos, hotéis ou casas de câmbio (CADECA).
  • Em Cuba, os cartões de crédito e débito operam em USD e Visa e Mastercard são aceitos, desde que não tenham sido emitidos por bancos americanos ou suas subsidiárias.
  • Os cartões RED e AIS em moeda livremente conversível e os cartões CUP emitidos por bancos cubanos são aceitos.

Serviços médicos
  • Os viajantes provenientes de países onde há febre amarela ou cólera endêmica, ou aqueles declarados de zonas de infecção pela Organização Mundial da Saúde, deverão apresentar um certificado de vacinação emitido pelo menos 10 dias antes e não mais de 10 anos anteriores à data de entrada na Ilha.
  • Em todos os hotéis há serviços médicos e nos principais polos turísticos do país funcionam Clínicas Internacionais.

Sobre a exportação
  • Ao saírem do país os viajantes estão obrigados a declarar verbalmente perante a Aduana todo o tabaco torcido que levarem consigo ou na bagagem. É permitido levar até 50 unidades de tabaco torcido sem a obrigação de apresentar qualquer documento. Quantidades superiores poderão ser exportadas sempre que estejam contidas em embalagens originais, fechadas e lacradas com o holograma oficial estabelecido e que seja comprovada a aquisição lícita com a fatura ou o documento de venda oficial, expedido pela rede de lojas autorizadas a comercializar charutos cubanos. Serão confiscadas as quantidades em excesso às 50 unidades que não forem declaradas pelo viajante ou qualquer outra que exceda o declarado, ou tendo sido declarada mas sem comprovação de sua aquisição lícita por meio de fatura ou documento de venda oficial.
  • Die Ausfuhr von Kunstgegenständen, die nicht zum kubanischen Kulturerbe gehören, ist nur mit ausdrücklicher Genehmigung des Nationalen Registers für Kulturgüter möglich.
  • A exportação de artigos de arte que não sejam bens patrimoniais poderá ser realizada somente com a autorização expressa do Registro Nacional de Bens Culturais.

MAIS SOBRE CUBA
  • A total liberdade de culto é garantida pela Constituição da República.
  • As características climáticas do país exigem roupas leves, preferencialmente de algodão. Não se esqueça de levar trajes de banho e protetores solares em sua bagagem. Um suéter ou agasalho leve serão bastante úteis caso sejam visitadas regiões montanhosas ou a viagem ocorra no inverno.
  • A energia elétrica é de 110 volts, 60 ciclos. Vários hotéis também têm 220 volts. As tomadas são para pontas planas.
  • O horário de Cuba é -5 meridiano de Greenwich (hora padrão do leste dos Estados Unidos da América e Canadá). Entre abril e outubro é implantado o horário de verão (os relógios são adiantados em uma hora) para aproveitar ao máximo a luz.
MELIA INTERNATIONAL CUBA
O Meliá Hotels International Cuba administra mais de 30 hotéis em 9 destinos populares da ilha. A empresa está presente no país com quatro de suas marcas: Paradisus by Meliá, Meliá Hotels & Resorts, Sol by Meliá e Tryp. Sua forte presença em Cuba possibilita um atendimento a variados interesses e segmentos de mercado, entre os quais se destacam experiências urbanas, o turismo cultural de natureza, assim como as viagens de sol e praia. Seus hotéis e resorts oferecem uma grande variedade de opções de acomodação e programas especializados para famílias, grupos de amigos, casais, viagens profissionais ou de negócios, casamentos e luas de mel, golfistas, wellness ou experiências de luxo, estas últimas por meio de seus serviços exclusivos Royal Service e The Reserve, em resorts da marca Paradisus, e The Level, da marca Meliá Hotels & Resorts. Os hotéis e resorts em diferentes destinos de férias da ilha operam sob a conveniente modalidade All Inclusive. A empresa promove ativamente as viagens combinadas e ricas experiências gastronômicas, históricas e culturais graças à sua presença em emblemáticas cidades e belas paisagens naturais.